google.com, pub-2942428232633296, DIRECT, f08c47fec0942fa0 Parlamento Europeu defende Apicultura

Copyright @ 2012-2020 Quinta das Ginjas - Reservados todos os Direitos

MARCA NACIONAL Nº 494371 (INPI)

quintadasginjas@gmail.com | +351 966078170 | Alcobaça - Portugal

Quinta das Ginjas
Blog da Quinta

Na Quinta estão hoje....

The Weather Forecast....

  • Quinta das Ginjas

Parlamento Europeu defende Apicultura



As Abelhas polinizam em cerca de 84% das espécies vegetais sendo que, 76% da produção alimentar na Europa depende da sua capacidade polarizadora. Estima-se que este contributo se cifre em torno dos 14 milhões de euros.

Contudo a diminuição do número de colónias, justificada pelo crescimento de uma agricultura em regime de monocultura intensiva, os pesticidas, as alterações climáticas, os ataques de espécies invasoras como a vespa asiática e outras pestes, colocam em risco o seu futuro e sobrevivência.

Os deputados do Parlamento Europeu adoptaram em plenário de 1 de Março de 2018, o relatório do húngaro Norbert Erdos defendendo mais apoios financeiros aos programas nacionais do sector, no sentido da melhoria da saúde das Abelhas, incluindo a proibição do uso de pesticidas nocivos, bem como no investimento e protecção das espécies apícolas locais e regionais.

Na UE estão registados à data cerca de 600.000 apicultores e 17 milhões de colmeias - responsáveis pela produção de cerca de 250.000 toneladas de mel por ano, colocando ainda assim a UE em segundo lugar na classificação dos maiores produtores de mel do Mundo liderada pela China.

A UE importa actualmente 25% do Mel que consome, sobretudo da China.

Importação de Mel adulterado

O Mel é simplesmente o terceiro produto mais adulterado e contrafeito do Mundo.

O Parlamento pretende combater a disseminação de mel adulterado no mercado europeu incluindo produtos com xarope de açúcar adicionado ou de mel colhido precocemente e seco artificialmente.

Testes recentemente realizados pela UE demonstraram que 20% das amostras recolhidas fora da UE e nas instalações de importadores não respeitavam os padrões europeus. Pretende igualmente a melhoria dos processos de análise e teste de amostras com agravamento das sanções aos infractores. Os eurodeputados pretendem igualmente melhorar os critérios de rotulagem assegurando que os consumidores conheçam o país de origem, promovendo o consumo de Mel e dando a conhecer os seus benefícios.

Consultar: "Relatório sobre as perspectivas e desafios para o sector da Apicultura na UE", 2018.1.30, Parlamento Europeu, UE

#Abelhas

29 visualizações